Menu

Quais são os prós e contras dos diversos métodos para medir a frequência cardíaca?

A Polar usa dois métodos diferentes para medir a frequência cardíaca: medição de frequência cardíaca óptica e sensor de frequência cardíaca com cinta peitoral.

A medição de frequência cardíaca óptica é baseada na fotopletismografia (PPG), técnica em que o sensor de frequência cardíaca com cinta peitoral mede a atividade elétrica de seu coração.

Cada um dos métodos tem seus prós e contras. Independentemente da sua escolha, você deve usar o dispositivo corretamente para obter resultados precisos.

Medição de frequência cardíaca óptica baseada no pulso (A370, Grit X, Grit X Pro, Ignite, M200, M430, M600, Pacer, Pacer Pro, Unite, Vantage M, Vantage M2, Vantage V e Vantage V2)

Prós:

  • Uma solução multifuncional conveniente.
  • Você pode verificar sua frequência cardíaca rapidamente ou iniciar uma sessão de treino sem precisar usar uma cinta peitoral separada.

Contras:

  • Não é necessariamente preciso em esportes em que você movimenta as mãos energicamente ou contrai os músculos e tendões próximos do pulso.
  • Capacidade limitada de medir a frequência cardíaca com precisão através de peles escuras ou tatuadas.
  • Maior probabilidade de colocação incorreta, apertado demais ou de menos.

Medição da frequência cardíaca óptica baseada no braço (Polar Verity Sense e Polar OH1)

Prós:

  • Você pode usar o sensor Polar Verity Sense/Polar OH1 no braço ou antebraço. Em algumas situações, é melhor monitorar a frequência cardíaca no braço em vez do pulso, pois alguns movimentos ou exercícios colocam tensão sobre o pulso e os tendões (como exercícios na barra) e isso, por sua vez, pode afetar a qualidade do sinal da frequência cardíaca óptica. Essas limitações fisiológicas podem ser resolvidas explorando a versatilidade de posicionamento do sensor.
  • O Polar Verity Sense/Polar OH1 tem uma memória interna, por isso pode ser usado como dispositivo de treino independente em esportes como a natação, em que não é possível transmitir o sinal para seu relógio.
  • Ideal para natação quando usado com a presilha para tira de óculos de natação (incluída nos pacotes dos produtos Polar Verity Sense e Polar OH1), que você pode usar contra a têmpora para medir sua frequência cardíaca com precisão enquanto nada.

Contras:

  • Não é necessariamente preciso em esportes em que você movimenta as mãos energicamente ou contrai os músculos e tendões próximos do sensor.
  • Capacidade limitada de medir a frequência cardíaca com precisão através de peles escuras ou tatuadas.
  • Maior probabilidade de colocação incorreta do que a do sensor de frequência cardíaca com cinta peitoral.

Sensor de frequência cardíaca Polar H10 com cinta peitoral

Prós:

  • Muito confiável em vários esportes.
  • Baseado na tecnologia Polar de medição de frequência cardíaca, confiável e precisa.
  • Conectividade via Bluetooth Smart com vários outros dispositivos e software, como aplicativos móveis e outros dispositivos de treino.

Contras:

  • É preciso lembrar de carregar a cinta com você e usá-la, além da unidade de pulso.
  • Algumas pessoas ficam desconfortáveis com ela ao redor do peito.
  • Requer lavagens regulares para manter a cinta de tecido funcional (a lavagem também pode desgastá-la gradativamente, então será necessário substituí-la por uma nova em algum momento).

Contact Us
Fale Conosco - Assistência Técnica
Request repair
Solicitar reparo

Change region

If your country is not listed on this page, please find your local contact details, retailers and stores and service points on our global site.